Black Fraude?

Black Friday ou Sexta-Feira Negraé um termo criadonos Estados Unidos para nomear a ação de vendas anual que acontece na sexta-feira após o feriado de Ação de Graças, que é a 4°quinta-feira do mês de Novembro.

Há vestígios de que a denominação surgiu no início dos anos 90 na Filadélfia, quando a polícia local chamava de Black Friday o dia seguinte ao feriado de Ação de Graças. Havia sempre muitas pessoas e congestionamentos enormes, já que a data abria o período de compras para o natal. O termo já foi associado com a crise financeira que atingiu os Estados Unidos em 1869. Também passou a ser usado em 1966, mas só se tornou popular em 1975 quando o uso do termo passou a ser conhecido por meio de artigos publicados em jornais, que abordavam a loucura da cidade durante o evento.

História à parte no Brasil temos aquele velho jeito malandro de burlar as regras, nos primeiros anos de Black Friday, muitas lojas enganaram os clientes aumentando os preços e colocando descontos, o famoso "metade do dobro" foi muito comum. No entanto aos poucos os consumidores foram se ligando do que estava acontecendo, ao mesmo tempo as lojas foram vendo que essa prática acabava manchando as empresas. Hoje o Black Friday é mais confiável mas vale a pena os consumidores ficarem atentos.

Para ajudar os consumidores o Procon de Porto Alegre divulgou uma lista com cerca de 500 sites que devem ser evitados no Black Friday. A publicação é resultado de uma parceria entre o órgão da Capital e o de São Paulo, que criou a lista com base nas reclamações recebidas.

http://sistemas.procon.sp.gov.br/evitesite/list/ev...

Por um Brasil com menos fraudes da política ao e commerce.

Fonte: Wikipedia / AU online

  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

© 2019 LUUK Digital Marketing - Todos os direitos reservados.