• Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

© 2019 LUUK Digital Marketing - Todos os direitos reservados.

Google investe em tecnologia de localização precisa

O Google está se preparando para lançar sua própria tecnologia baseada em beacons, permitindo que aplicativos e serviços para a web identifiquem sua localização exata.

Chamado de Eddystone, aparentemente devido a um farol localizado no Reino Unido, o projeto é uma resposta a tecnologia iBeacon da Apple, lançada em 2013. Ela permite que pequenos dispositivos com tecnologia beacon detectem quando um telefone, um smartwatch ou ainda um dispositivo ativado por bluetooth se aproximam a uma distância próxima, que por sua vez, desencadeiam uma ação específica.

O Google oferece alguns exemplos de como isso poderá ser útil. Quando você chegar a uma estação de ônibus, você poderá receber notificações sobre possíveis atrasos, ou ainda quando você se sentar no seu sofá, seu telefone poderá instantaneamente avisar sobre o que está passando na televisão. Ou que tal uma coleira para o seu gato que carregue informações sobre seus contatos, e até mesmo um restaurante que possa mostrar seu cardápio quando você passar por ele.

Beacons permitem uma precisão melhor quando comparados a sinais Wi-Fi e GPS, localizando dispositivos que estão próximos a alguns centímetros de distância.

A operação interna é o grande ponto de venda da gigante de buscas, especialmente quando comparado ao iBeacon da Apple.

Fabricantes de Beacons podem adicionar o suporte do Eddystone com apenas uma atualização de firmware. Da mesma forma, makers e desenvolvedores poderão usar o API Nearby do Google para enviar informação tanto para dispositivos iOS quanto Android.

Enquanto isso, a Apple eliminou, no mínimo, uma tentativa de apoiar o iBeacon em dispositivos Android. O Google também está buscando instalar beacons em seu projeto experimental Physical Web. O objetivo é que, com eles, seja possível oferecer informações sem a necessidade de um aplicativo dedicado.

É ainda cedo para o Eddystone, e em geral para a tecnologia beacon. Não está claro como o mundo real vai adotá-lo. Mas por agora, um punhado de aplicativos já usam a API Nearby do Google para transmitir informação para outros dispositivos, e vários fabricantes de beacon prometeram apoiá-lo.

A história por trás da história: na teoria, beacons devem assumir um importante papel na explosão de dispositivos em Internet das Coisas, com aplicações que se estendem para automação de casas, carros inteligentes, wearables e muito mais. Como exemplo, uma casa inteligente poderia se tornar mais útil quando luzes, travas de portas e termostato soubessem exatamente quando um cômodo está ocupado. No entanto, esse tipo de detecção minuciosa se encontra indisponível nos produtos já lançados. Apesar da operação interna, o Google espera que poderá lançar beacons para outras finalidades.

Fonte: IDGNow!