• Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • LinkedIn - Black Circle

© 2019 LUUK Digital Marketing - Todos os direitos reservados.

Plugin no Chrome promete revelar quem visitou seu perfil no Facebook

Usuários do Facebook Flat foram surpreendidos nesta quarta-feira (18) por uma atualização que promete incluir um novo recurso, velho conhecido dos usuários do Orkut. No layout modificado pela extensão, o menu da esquerda na rede social mostra a opção "Profile Visitors". Ou seja, promete revelar quem visitou o seu perfil. O plugin, conhecido por mudar o visual da rede social para uma linha flat design, agora também estaria deixando seus usuários conferirem quem viu seu perfil (Linha do Tempo), os chamados stalkers.

A extensão está disponível apenas no Chrome e muda totalmente o layout do Facebook. A barra de menus do lado esquerdo fica maior e, além da ferramenta para mostrar os visitantes, o app permite remover anúncios e acessar osaplicativos, curtidas e notificações, tudo de um jeito renovado. O Facebook Flat apareceu em agosto deste ano, de forma inocente, apenas mudando o visual do site.

O que não ficou claro, porém, é como o plugin tem acesso a essas informações e se realmente se tratam das últimas vinte pessoas que visitaram seu perfil - ou se é apenas uma pegadinha. Ou ainda se este é um ranking de quem visita o seu perfil com mais frequência na rede social de Mark Zuckerberg.

O fato é que a atualização do Facebook Flat assustou. Em alguns posts na rede social, muitas pessoas lembraram da função que fez sucesso no Orkut. Diferente do Orkut, para usar a ferramenta é preciso baixar e instalar o plugin no navegador. Quem não tiver a extensão, não descobre quem viu seu perfil.

O Facebook Brasil enviou uma nota na noite de quarta-feira informando que, para usar a API da rede social, os aplicativos devem respeitar as normas impostas a todos os desenvolvedores de aplicativos e plugins. O que não ficou claro, porém, é se os desenvolvedores do Facebook Flat (que não retornaram com comentários) violaram as regras ou se, de fato, o plugin respeita a API e não oferece dados reais.

"Todos os aplicativos e sites que utilizam a nossa API devem seguir as nossas Políticas de Plataforma", informou um porta-voz do Facebook.

Fonte: Techtudo.